OPEP fixa cesta básica diária em USD 65,42

OPEP fixa cesta básica diária em USD 65,42

Em comparação com os valores de 65,71 dólares registados na Quinta-feira, 29, observou- se um ligeiro recuo, de acordo com os cálculos da Secretaria da OPEP, refere a organização, em comunicado

O preço da cesta diária dos “treze crudes” da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), da qual Angola é membro, ficou fixado, até Sexta-feira, 30, em 65,42 dólares norte-americanos, o barril.

Em comparação com os valores de 65,71 dólares registados na Quinta- feira, 29, observou-se um ligeiro recuo, de acordo com os cálculos da Secretaria da OPEP, refere a organização numa nota recentemente disponibilizada, na sua página de Internet.

A cesta de referência da OPEP de Crudes (ORB) é composta por mistura do Sahara (Argélia), Girassol (Angola), Djeno (Congo), Zafiro (Guiné Equatorial), Rabi Light (Gabão), Iran Pesado (República Islâmica do Irão).

Integram ainda a cesta, a Basra Light (Iraque), Kuwait Export (Kuwait), Es Sider (Líbia), Bonny Light (Nigéria), Arab Light (Arábia Saudita), Murban (Emirados Árabes Unidos) e Merey (Venezuela).

Na reunião de 27 de Abril, deste ano, os 23 membros da OPEP+ (13 OPEP e 10 Não OPEP, signatários da Declaração de Cooperação) decidiram ajustar as quotas de produção dos países membros para os meses de Maio, Junho e Julho de 2021.

Desta feita, para o mês de Maio de 2021, Angola passa a produzir 1.283 mbpd (mil e duzentos e oitenta e três barris de petróleo diário), prevendo-se subir para 1.298 mbpd, em Junho, e 1.319 mbpd, em Julho.

A quota vigente, até Abril de 2021, resultante dos ajustes iniciais da reunião de 12 de Abril de 2020, era de 1,267 mbpd.