Sporting pode desalojar Desportivo da 11ª posição

Sporting pode desalojar Desportivo da 11ª posição

Os leões de Cabinda, que ocupam o 13º posto com 17 pontos, e os militares da Região Sul, equipa que está na 11ª posição com 20, estão separados na tabela classificativa por apenas três pontos

O Sporting de Cabinda visita hoje, às 15:30, o Desportivo da Huíla, no Estádio do Ferrovia, em jogo de encerramento da 16ª jornada do Girabola 2020/2021, Campeonato Nacional de futebol da primeira divisão. Apesar de ser uma partida fora de casa, os leões do Norte, que ocupam a 13ª posição com 17 pontos, chegam ao palco do desafio moralizados, porque na ronda anterior venceram por uma bola sem resposta o Sagrada Esperança da Lunda-Norte, equipa que ocupa o segundo posto da prova.

Por isso, os pupilos de Emena Kwazambi, de 44 anos, são obrigados a justificar dentro das quatro linhas que o triunfo surpreendente frente aos diamantíferos não foi um “mero acaso”, mas,  sim, o fruto do trabalho árduo que o grupo tem feito diariamente. Já nas hostes dos militares da Região Sul, a palavra de ordem é a vitória e deixar a 11ª posição, onde se encontra com 20 pontos na tabela classificativa.

Aliás, o treinador do Desportivo da Huíla, Mário Soares, de 55 anos, sabe que a missão não será fácil, porque o adversário sabe o que quer dentro do rectângulo de jogo. Por este motivo, o técnico deverá apostar no extremo esquerdo Gogoró, de 25 anos, atleta rápido no processo de transição, de modo a surpreender o último reduto dos visitantes.

Nas últimas três temporadas, o Desportivo da Huíla não perde em casa diante do Sporting de Cabinda para o Campeonato Nacional, prova mais importante do calendário da Federação Angolana de Futebol (FAF). O 1º de Agosto, tetra-campeão, lidera o Girabola 2020/2021, com 39 pontos.