Funcionários das Águas paralisam actividades e exigem aumento salarial

Funcionários das Águas paralisam actividades e exigem aumento salarial

Mais de 500 funcionários da Empresa de Águas e Saneamento de Benguela (EASB), entre técnicos e administrativos, paralisaram, a partir de ontem, parcialmente, as suas actividades, exigindo, entre outras condições, regularidade no pagamento dos salários, regresso da cesta básica e subsídio de disponibilidade . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta