É um absurdo ter um sistema de ensino monolingue num país heterogéneo do ponto de vista linguístico e étnico

É um absurdo ter um sistema de ensino monolingue num país heterogéneo do ponto de vista linguístico e étnico

O contexto sociolinguístico angolano fala por si só dos efeitos nocivos que o sistema de ensino monolingue, em Angola, tem trazido sobre o processo de ensino e aprendizagem, mormente quando os educandos têm como língua materna uma das línguas bantu. Erudição nenhuma seria necessária . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta