Para o meu “pai” africano

Para o meu “pai” africano

Caro Simão, meu pai africano; Não te tenho visto há um ano, desejo-lhe tudo de bom. Tenho recebido as suas mensagens. Desta vez estou perturbado pelo seu mal-entendimento tão profundo sobre os rumores que o líder chinês difama os irmãos africanos. Neste . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta