“Falta de revisão salarial atira antigos combatentes à condição de miséria”, alerta associação de defesa

“Falta de revisão salarial atira antigos combatentes à condição de miséria”, alerta associação de defesa

A organização de defesa considera-se abandalhada pelas entidades de direito e advoga que os actuais 23 mil kwanzas que os antigos combatente recebem mensalmente não cobrem as necessidades, nem dignificam esta franja da sociedade responsável pela paz e estabilidade social que o país vive . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta