Autoridades libanesas não protegeram a população no porto do Líbano, conclui a Human Rights Watch

Autoridades libanesas não protegeram a população no porto do Líbano, conclui a Human Rights Watch

Autoridades conheciam risco do depósito de nitrato de amónio e nada fizeram para evitar desfecho fatídico com a explosão de há um ano. Agora, tentam bloquear a investigação, diz a Human Rights Watch

O sistema legal e político do Líbano fizeram . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta