João Lourenço aceita críticas, mas desaconselha atingir os extremos

João Lourenço aceita críticas, mas desaconselha atingir os extremos

O Presidente da República, João Lourenço, diz não entender a razão do surgimento de criticas ‘extremas’, mesmo após este último “emagrecimento”, ao nível ministerial, com o reajuste do Executivo que muito se precisava. Esta questão foi aflorada na cerimónia de tomada . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta