Mataram o dono do Capri, em Malanje

Mataram o dono do Capri, em Malanje

Um cidadão português de 85 anos, residente em Angola há 60, foi encontrado este Domingo morto em casa, com a Polícia a admitir poder tratar-se de um assassinato, noticiou ontem a Lusa Segundo Fernando Carvalho, técnico de contas do Restaurante Capri e da Tété e Gouveia Limitada, Adérito Florêncio Tété, natural de Trás-os-Montes, foi encontrado no quarto da sua residência, tendo, “aparentemente”, sido agredido por desconhecidos com uma tábua de lavar roupa à mão.


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta