Médicos podem cruzar os braços a partir de hoje

Médicos podem cruzar os braços a partir de hoje

Mais de três mil médicos paralisam os serviços, a partir de hoje até uma data indeterminada, por conta de o Ministério da Saúde (MINSA) ter ‘banalizado as reuniões de negociação com o Sindicato Nacional dos Médicos Angolanos (SINMEA), que reivindica aumento . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta