Ministro defende livre circulação de agentes e bens culturais na Conferência Mundial da UNESCO

Ministro defende livre circulação de agentes e bens culturais na Conferência Mundial da UNESCO

A restituição dos bens culturais usurpados ou traficados ilicitamente são questões preocupantes, que devem ser analisadas ao nível das comunidades locais e da diplomacia cultural, defendeu o ministro da Cultura e Turismo, Filipe Zau

O dirigente teceu estas considerações no âmbito da Confer . . .


Registe-se ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta