Mulheres angolanas trabalham como ‘bagageiras’ na fronteira com a Namíbia

Mulheres angolanas trabalham como ‘bagageiras’ na fronteira com a Namíbia

A falta de emprego tem levado a que muitas mulheres, na província do Cunene, propriamente na fronteira com a vizinha República da Namíbia, trabalhem como transportadoras de bagagem dos viajantes, tanto de um quanto do outro lado. Vêem nesta ocupação também uma forma . . .


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta