Presidente brasileiro recebido com honras militares pelo chefe de Estado alemão

Presidente brasileiro recebido com honras militares pelo chefe de Estado alemão

O Presidente brasileiro foi recebido, ontem, de manhã com honras militares pelo chefe de Estado alemão, Frank-Walter Steinmeier, no Palácio Bellevue, depois de um encontro informal, no Domingo à noite, entre os dois líderes políticos

Luiz Inácio Lula da Silva jantou, esse Domingo, com o Chanceler alemão, Olaf Scholz, com o qual iniciou as segundas consultas intergovernamentais.

Após a recepção formal de ontem, de Steinmeier, o Presidente brasileiro registou o seu nome no livro de visitas. Antes de se reunir novamente com a chanceler, pouco depois do meio-dia, a agenda oficial do Presidente brasileiro, em viagem oficial à Alemanha, incluía ainda essa manhã uma visita ao Bundesrat, a câmara alta do Parlamento alemão, e conversas com a sua presidente, Manuela Schwesig.

Também será realizada uma sessão plenária dos dois governos, após a qual Scholz e Lula da Silva farão declarações conjuntamente à imprensa.

Esta é a primeira vez, após uma pausa de oito anos, que os dois governos se reúnem para debaterem questões políticas e económicas, uma vez que não foram realizadas consultas intergovernamentais durante o Governo de Jair Bolsonaro.

“O leque de temas é amplo, como é habitual nas consultas governamentais. Estão na agenda questões bilaterais de política económica e financeira, bem como transformação ecológica, energia, clima, ambiente, desenvolvimento, alimentação e também política externa e defesa”, afirmou a vice-porta-voz do Governo alemão, Christiane Hoffman, na Sexta-feira passada.

À tarde, Scholz e Lula da Silva conversaram com representantes do sector empresarial no âmbito de uma conferência na Casa da Economia Alemã, sede das três principais organizações empresariais alemãs – a Confederação das Câmaras Alemãs de Indústria e Comércio (DIHK), a Federação das Associações de Empregadores Alemães (BDA) e a Federação da Indústria Alemã (BDI).