NATO reconhece Rússia como a maior ameaça, mas China também preocupa

NATO reconhece Rússia como a maior ameaça, mas China também preocupa

Entre visitas ao Museu do Prado e reuniões intermináveis na Feira de Congressos, os líderes dos países da NATO estabelecem o novo rumo a seguir. A Cimeira de Madrid está inevitavelmente associada à guerra na Ucrânia, com a aliança militar a prometer apoiar Kiev . . .


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta