o editorial:Números do inferno

o editorial:Números do inferno

O secretário de Estado do Trabalho e Segurança Social angolano afirmou que a taxa de emprego em Angola atingiu, em 2018, cerca de 60% da população activa, admitindo, porém, que a maioria está na economia informal. Isto representa o inferno para qualquer Estado normal. Façam . . .


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta