O luto consentido de Isaura-Massamassa

O luto consentido de Isaura-Massamassa

O amor tem sido o motivo de muitos poetas estarem imortais e muitos mentirosos, de estarem ricos. Mas não lá há grande diferença, ambos mentem e fazem-se grandes; o poeta, idiota como é, continua faminto e miserável, falando do pão que imagina em seus versos. S . . .


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta