O último sermão

O último sermão

O templo foi adornado à altura da ocasião, para consagrar mais um acto de contrinção; a púrpura coloria a magestosa entrada à semelhança de um mar vermelho. Velhos ecribas, verdugos, fariseus e governates compunham a plateia da assembleia representando crentes, descrentes e incrédulos. Todos em pé, solenidade . . .


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta