Observatório Eleitoral quer maior participação feminina nas autarquias

Observatório Eleitoral quer maior participação feminina nas autarquias

O Observatório Eleitoral Angolano (OBEA) propõe que as assembleias municipais, a serem criadas no quadro das eleições autárquicas, tenham no mínimo 30% de mulheres, 25% de cidadãos até 35 anos de idade e 5% para independentes representantes de grupos vulneráveis locais.


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta