Oitenta mil, um sonho

Oitenta mil, um sonho

No dia de hoje reflecte-se sobre a industrialização do continente africano, um assunto sobre o qual parece não hacer saída. Há uma aparente incapacidade genética africana de transformar as coisas a seu proveito. O vento, a água, os minerais de . . .


Registe-se ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta