Editorial: Ataque à malária

Editorial: Ataque à malária

Foi anunciado pela ministra da Saúde, Sílvia Lutukuta, o início da vacinação contra a malária no próximo ano, a doença mais mortífera no país.

Embora o país seja assolado por outras doenças, a malária tem sido aquela que tem exigido das autoridades atenções redobra- das se se tiver em conta a mortandade e outras consequências.

O início da vacinação abre assim uma esperança na redução das mortes e a consequente melhoria da posição de Angola em termos de indicadores sobre a doença.