Editorial: Cooperação selada

Editorial: Cooperação selada

Não poderia ser melhor do que aconteceu on- tem na Casa Branca, durante o encontro entre os presidentes João Lourenço e Joe Biden, em Washington.

‘Para os Estados Unidos, neste momento, não existe um país mais importante que Angola em África’, segundo Joe Biden, antevendo, claramente, novos momentos na relação entre os dois Estados.

Longe dos tempos em que a guerra fria imperava, o petróleo era a principal ligação, os próximos tempos indicam para uma relação mais proveitosa, onde o comércio, a construção, a segurança, telecomunicações e outros sectores chaves da vida política e económica serão predominantes.