Persistência de lixo eleitoral nas ruas desafia fiscalização da CNE

Persistência de lixo eleitoral nas ruas desafia fiscalização da CNE

Pelas ruas e principais avenidas de Luanda ainda perfilam as bandeiras e outros materiais de propagada política de alguns concorrentes ao pleito de Agosto passado, o que demonstra uma clara violação das normas à luz dos 30 dias que a lei estabelece. A CNE, na posição de . . .


Registe-se ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta