PGR admite que falta de toponímia mantém cidadãos na cadeia

PGR admite que falta de toponímia mantém cidadãos na cadeia

ANGOP

O magistrado do Ministério Público sublinhou, no entanto, não ser uma questão simples, pois há outros problemas que surgem, como a falta de endereço por parte dos envolvidos, o que dificulta a sua localização, em caso de necessidade.

Em entrevista colectiva para resumir . . .


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta