PGR solta provisoriamente os cinco implicados no saque à Reserva Alimentar

O Ministério Público mandou soltar, provisoriamente, os cinco cidadãos, um dos quais de nacionalidade eritreia, suspeitos de desvio de mais de 30 toneladas de milho, que faziam parte da Reserva Estratégica Alimentar importadas, recentemente, pelo Governo da República à Argentina. Porém, as investigações . . .


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta