Polícia condenado a 16 anos por matar Juliana Cafrique

Polícia condenado a 16 anos por matar Juliana Cafrique

O Tribunal Provincial de Luanda condenou hoje o agente da Polícia Nacional (PN) Gonçalo Sakala Canga a 16 ano de prisão efectiva, por ter disparado mortalmente contra a vendedeira Juliana Cafrique no dia 12 de Março de 2019, no bairro Rocha Pinto . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta