Angola e EUA: Antiga embaixadora considera elevação significativa no crescimento das relações entre os dois países

Angola e EUA: Antiga embaixadora considera elevação significativa no crescimento das relações entre os dois países

A antiga embaixadora de Angola nos Estados Unidos da América, Josefina Pitra Diakité defende a necessidade de Angola explorar novas áreas de interesse que dêem ao país a satisfação plena para o seu desenvolvimento, além dos já conhecidos como é o caso do petróleo

Considerado “histórico”, o encontro entre João Lourenço e Joe Biden, insere-se nas comemorações dos 30 anos das relações diplomáticas entre Angola e os Estados Unidos da América, que começaram a 19 de Maio de 1993, quando o ex- Presidente norte-americano Bill Clinton estabeleceu oficialmente relações diplomáticas entre os dois países. A viagem do Presidente João

Lourenço aos Estados Unidos visou ainda o reforço da cooperação bilateral entre os dois países, e ressalta-se o compromisso do Presidente norte-americano, Joe Biden com Angola, em especial com o Corredor do Lobito. Para a ex-embaixadora de Angola nos Estados Unidos da América, Josefina Pitra Diakité, houve uma mudança significativa no crescimento das relações entre os dois países, a partir dos anos 2000, e, considera que um encontro a essa altura, só poderá fortalecer ainda mais as relações.

Josefina Pitra Diakité foi embaixadora de Angola nos Estados Unidos entre Maio de 2001 a Maio de 2011. Em entrevista a este jornal, a diplomata angolana referiu que os Estados Unidos e Angola têm um acordo de cooperação estratégica, que tem tido melhor oportunidade no contexto das relações bilaterais, e, alega que nessa altura, a visita do Presidente da República vai privilegiar a cooperação no âmbito do comércio, investimento e energia.