MPLA aborda situação socioeconómica do Leste

MPLA aborda situação socioeconómica do Leste

A situação social e económica das províncias do Leste do país (Moxico, Lunda- Norte e Lunda-Sul) vão ser analisadas esta Sexta-feira, na cidade do Luena, pelo MPLA, durante o II encontro regional, a ser orientado pela vice-presidente do partido, Luísa Damião

De acordo com o programa, a que a ANGOP teve ontem acesso, a direcção do partido vai igualmente rever, durante três dias, questões fundamentais do partido no Leste e a sua estratégia de intervenção na sociedade, perspectivando as próximas eleições gerais previstas para 2022. Segundo a agenda de trabalho do partido, o encontro interprovincial vai ser marcado com a apresentação de um memorando que espelha os problemas sociais da região, contando com a intervenção dos primeiros-secretários provinciais.

Entre os vários problemas que afectam a região, destaca-se a degradação das vias de comunicação, impossibilitando a ligação, por estrada asfaltada, entre as três províncias, atrasando o seu desenvolvimento. A província do Moxico, por exemplo, que alberga o encontro, tem apenas 16 por cento de estradas asfaltadas, o que representa 576 quilómetros, dos três mil e 477 km que compõem a região. As vias que ligam a capital, Luena, aos demais municípios apresentam um estado avançado de degradação e na época chuvosa são intransitáveis, com excepção de Camanongue, dificultando o escoamento de produtos na região e a mobilidade dos cidadãos.

Outro problema que afecta gravemente a região é a carência de escolas, necessitando de oitocentas e oito novas salas de aulas para permitir a inserção de 56 mil 533 crianças que estão fora do sistema de ensino. Actualmente, no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM) estão a ser construídas cerca de 180 novas salas, reduzindo em 15 por cento o número de crianças que se encontram fora do sistema de ensino.

Nesta Quinta-feira, a vice-presidente, Luísa Damião, participou de um encontro com a sociedade civil, denominado “Termómetro”, onde dissertou dois temas. Enquanto isso, o secretário-geral do partido, Paulo Pombolo, trabalha desde Quarta-feira, no município do Alto Zambeze, onde está a manter encontros com a sociedade civil, bem como vai realizar um acto de massa na vila de Cazombo.