Organização feminina pretende apoiar organizações públicas e privadas no cumprimento da agenda da ONU para as ODS’s

Organização feminina pretende apoiar organizações públicas e privadas no cumprimento da agenda da ONU para as ODS’s

Uma plataforma denominada “W.E. – Women in ESG Africa” que reúne mulheres profissionais pretende apoiar as organizações públicas e privadas na materialização dos Objectivos de Desenvolvimento Sus-tentável (ODS) da Agenda 2030 das Nações Unidas, através da adopção da Responsabilidade Ambiental, Social e Governança (ESG)

No lançamento, ontem, em Luanda, da referida plataforma, foi dado a conhecer que a organização retende abrir discussão e promover soluções para as perspectivas e os desafios ESG no contexto africano, contribuindo para o cumprimento das ODS.

Segundo a sua presidente, Hortência Ribeiro Matos, a organização está empenhada no cumprimento da Agenda 2030 das Nações Unidas, mas, em particular, da Agenda 2063 da União Africana (UA), que visa uma África próspera, pacífica e unida.

“Pretendemos ser uma referência no continente, ao estabelecer uma plataforma para aconselhamento e assessoria para  a implementação das políticas ESG, monitorização e avaliação de desempenho das práticas que os diversos actores relevantes do Governo, Nações Unidas, parceiros sociais, associações da sociedade civil, instituições do ensino superior, adoptaram ou queiram adoptar”, referiu Hortência Matos Segundo o responsável, a plataforma “W.E – Women in ESG Africa” pretende colaborar com parceiros através do apoio às instituições (públicas e privadas) auxiliando-as na implementação e cumprimento dos princípios e políticas acima mencionadas.

Hortência Matos referiu que a integração da Responsabilidade Ambiental, Social e Governança (ESG) na gestão das instituições, mais do que uma necessidade, é uma estratégia sábia para garantir um futuro próspero e sustentável para o continente africano.

Promoção do desenvolvimento sustentável

Por seu turno, Xunu Pinto Aragão, membro da referida organização, esclarece que a plataforma tem como visão e sonho transformar o continente berço numa realidade de vanguarda e inovação nas vertentes ESG, liderando o caminho para um futuro mais sustentável, equitativo e próspero para todos. Ademais, adiantou que a “W.E – Women in ESG Africa” está comprometida em promo- ver o desenvolvimento sustentável, a igualdade e a liderança responsável, conferindo às pessoas o conhecimento, as habilidades e alcançar oportunidades catalisadoras da transformação das dimensões ESG nas suas comunidades.