Preço do barril exportado atinge máximo de 3 anos, mas receita petrolífera não chega à meta

Preço do barril exportado atinge máximo de 3 anos, mas receita petrolífera não chega à meta

O preço do barril de exportação atingiu um máximo de três anos no fecho de 2017, mas tanto a receita arrecadada pelo Estado como o volume de petróleo bruto exportado ficaram abaixo das metas do Executivo.

Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta