Primeira fase de exploração da bacia do Namibe custa USd 50 milhões

Primeira fase de exploração da bacia do Namibe custa USd 50 milhões

O Ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Diamantino de Azevedo, enalteceu o trabalho desenvolvido pelo Executivo para reformular o sector petrolífero, que deu origem à separação concessionária culminando com a concepção da Agência Nacional de Petróleo e Gás e Biocombustíveis . . .


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta