Produtor reconhece avanços, mas lamenta precariedade da indústria cinematográfica em Angola

Produtor reconhece avanços, mas lamenta precariedade da indústria cinematográfica em Angola

Em conversa com OPAÍS , Adilson Nguali, responsável da produtora Muxima Record, aclarou que a indústria cinematográfica em Angola ainda é muito pobre, devido à falta de apoios de empresários e à escassez de actores profissionais, embora se observem alguns avanços

O tamb . . .


Registe-se ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta