“Quero regressar ao futebol angolano para conquistar títulos”

“Quero regressar ao futebol angolano para conquistar títulos”

Sem clube desde o ano passado, Sérgio Traguil, de nacionalidade portuguesa, em 2017, esteve ao serviço do Santa Rita de Cássia do Uíge, mas que chegaria a mudar-se em 2018 para treinar o Kabuscorp do Palanca. Em entrevista a OPAÍS, via WhatsApp, Sérgio Traguil, de 40 anos, aborda questões ‘candentes’ do futebol angolano, bem como os projectos que tem em carteira


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta