Rússia critica Papa por dizer que chechenos são “os mais cruéis”

Rússia critica Papa por dizer que chechenos são “os mais cruéis”

O líder da Igreja Católica disse que as tropas invasoras da Ucrânia são “cruéis”, mas no topo da lista, argumentou, estão as minorias chechenas e buriates.

O Kremlin condenou, na Segunda-feira, as palavras do Papa Francisco, que, em entrevista à revista America, disse que . . .


Registe-se ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta