São Tomé: investigadas agressões a detidos mortos após ataque ao quartel

São Tomé: investigadas agressões a detidos mortos após ataque ao quartel

O chefe do Estado-Maior das Forças Armadas santomenses, brigadeiro Olinto Paquete, disse ontem que os três atacantes do quartel morreram após uma explosão e o suspeito Arlécio Costa faleceu porque “saltou da viatura”, mas garantiu uma investigação às alegadas agressões aos detidos . . .


Registe-se ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta