“Se estivéssemos diante de uma falsa democracia não teríamos um congresso unido e coeso”

“Se estivéssemos diante de uma falsa democracia não teríamos um congresso unido e coeso”

A poucos dias da realização do Congresso do MPLA, Mário Pinto de Andrade, secretário do Bureau Político para os Assuntos Políticos e Eleitorais, fala, em entrevista ao Jornal OPAIS, do conclave, das acusações à volta do processo de candidaturas, das vozes críticas internas . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta