Sindicatos argelinos recusam-se a apoiar os esforços do Pm para formar Governo

Sindicatos argelinos recusam-se a apoiar os esforços do Pm para formar Governo

‘Não vamos realizar discussões com esse sistema, pertencemos às pessoas e as pessoas disseram ‘não’ ao sistema”, disse à imprensa Boualem Amora, um dos líderes dos sindicatos do sector de educação, . O primeiro-ministro Noureddine Bedoui prometeu criar um Governo inclusivo de tecnocratas num país . . .


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta