Associações denunciam exploração sexual de menores nas zonas extractivas do Leste

Associações denunciam exploração sexual de menores nas zonas extractivas do Leste

Diferentes organizações da sociedade que defendem os direitos humanos denunciaram ontem, em Luanda, situações de crianças que têm sido transformadas em objecto sexual por funcionários de empresas extractivas que actuam no Leste do país

A realidade foi denunciada pela organização Mwana Pwo e pela G7, que trabalham nas regiões das Lundas e da província do Moxico, respectivamente, durante a Conferência Nacional sobre os Recursos Naturais em Angola, que decorre desde a última terça-feira, 28, na capital do país.

A directora da Associação Mwana Pwo, Juliana António, fez saber que, apesar de ser real, estas menores não têm conheci- mento de que estão expostas a uma situação de exploração sexual.

Por outro lado, a directora da Associação referiu que muitas menores têm estado a contrair DST, além de se registar um aumento exponencial do nível de gravidez precoce nestas zonas, bem como o casamento prematuro.