Huíla reabilita mais de 90 quilómetros das EN-110 e 280

Huíla reabilita mais de 90 quilómetros das EN-110 e 280

Noventa e seis quilómetros das Estradas Nacionais 110 e 280, nos troços Quipungo/Cuvelai, Matala/Freixiel, na província da Huíla, começam a ser reabilitados no primeiro, trimestre de 2024.

A informação foi ontem, Segunda-feira, avançada à ANGOP, no Lubango, pelo chefe dos Serviços províncias de Estradas da Huíla, José Augusto Vieira, sem avançar o valor das empreitadas, realçou que a província tem uma carteira de quatro obras planificadas para 2024.

Destacou que no caso concreto da reabilitação das EN-110 e 280, apontou a construção de nove pontes, numa empreitada que tem a previsão de ser concluída em dois anos.

Afirmou estar, igualmente, na forja a reabilitação da EN 110 no troço Caconda/Chicomba e Cuvelai/ Cacula numa extensão de 101 km, a EN-120 no troço Cuvango/Cuvelai , com 153 km e o troço Chipindo/Cuvango com 109 km.

José Augusto Vieira referiu que, neste momento, na província da Huíla, estão em curso, para além das obras da circular do Lubango, os 65 km da estrada Cuima/Cusse, sendo 45 km do Huambo e 20 da Huíla, na EN 354.

Assim como as obras de reabilitação, manutenção e conservação da estrada da via rotunda do João de Almeida à Matata, estrada Matala/Dongo e Dongo/Cuvango, num global de 10 quilómetros de reabilitação e 165 Km de manutenção.

A província da Huíla com uma dimensão territorial de 79 mil 023 quilómetros quadrados, tem uma população estimada em 3 milhões, 185 mil e 165 habitantes, por ela passam as Estradas Nacionais (EN) Nº 120 ligando as províncias do Huambo e Cunene, bem como a 280 que liga as províncias do Namibe e Cuando Cubango.