Mina anti-tanque mata cinco pessoas no Cunhinga

Mina anti-tanque mata cinco pessoas no Cunhinga

 

Cinco pessoas morreram neste sábado, na aldeia Epongoloco, município do Cunhinga, província do Bié, após accionarem uma mina anti-tanque, soube a ANGOP.

 

As vítimas, que vinham transportadas numa motorizada de três rodas,

faleceram no local. Entre elas estão três homens e duas mulheres, com idades compreendidas entre os 12 e 56 anos.

 

Em declarações à ANGOP, o representante provincial da Agência Nacional de Acção Contra as Minas (ANAM), Ismael Brito, refirou ser o primeiro caso de vítimas de minas este ano na província do Bié.

 

Já ao longo de 2023, dez pessoas perderam a vida e outras oito ficaram feridas, em consequência de sete acidentes de minas e outros engenhos explosivos não detonados.