UCAN destaca vantagens da parceria entre Angola e China

UCAN destaca vantagens da parceria entre Angola e China

A China desvaloriza a aproximação de Luanda a Washington, DC, sublinhando que Pequim está a reforçar a cooperação bilateral e que Angola tem liberdade para escolher os seus parceiros

O vice-reitor para a área de Investigação e Extensão da Universidade Católica de Angola (UCAN), Jerónimo Cahinga, destacou, ontem, em Luanda, as vantagens da cooperação entre Angola e China. Durante a conferência sobre os “Caminhos para o Desenvolvimento, Estudos e Práticas na China e em Angola”, Jerónimo Cahinga disse que as oportunidades de investimento chinês são inúmeras e que a experiência que Angola ganhou com esta cooperação, na última década, “nos dá a entender que se trata de parceiro fiável”.

Das vantagens da cooperação, continuou, o país tem a possibilidade de conseguir a inserção num novo eixo de política internacional e de assegurar financiamento necessário para a reconstrução nacional e ao desenvolvimento económico.

Jerónimo Cahinga admite que a projecção da China em Angola resulta, sobretudo, da sua grande capacidade económica para financiar o crescimento e recuperação do país, da vontade firme dos dois governos em fortalecer e diversificar, cada vez mais, a sua parceria. “Hoje como nunca, a China apresenta-se como um verdadeiro gigante económico e não adormecido”, enfatizou.

Entre as oportunidades de investimento chinês, o académico destacou a exploração de recursos naturais e humanos, a redução na taxa de desemprego, passando também pela construção de inúmeras infra-estruturas para impulsionar o desenvolvimento económico e social do país.