TI ANTÓNIO

A cada dia, é um dia novo, na bwala, Ti António não tem juízo, sempre a riscar, a rasgar, fama de mão de vaca, não lhe escapa, puro disbundeiro, noite e dia na rua, sempre a zanzar. No final do m . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta