Tribunal de Benguela condena antigo oficial do MININT a sete anos de prisão

Tribunal de Benguela condena antigo oficial do MININT a sete anos de prisão

Sete anos de prisão efectiva é a sanção que uma equipa de juízes do Tribunal da Comarca de Benguela aplicou, ontem, ao antigo chefe dos recursos humanos da Delegação Provincial do MININT, Moisés Caluweio, por considerar ter ficado provado que defraudou o Estado em 61 . . .


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta