Unesco diz que 90% dos autores de assassinatos de jornalistas continuam impunes

Unesco diz que 90% dos autores de assassinatos de jornalistas continuam impunes

Em um novo relatório na véspera do Dia Internacional para Acabar com a Impunidade de Crimes contra Jornalistas, agência diz que de 2006 a 2018, 1109 jornalistas foram mortos; Até 30 de Outubro, houve 43 assassinatos de profissionais de mídia e . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta