“Vamos esperar que seja somente a realização de justiça”

“Vamos esperar que seja somente a realização de justiça”

O defensor do antigo patrão da secreta militar angolana, que está a ser julgado pelo Supremo Tribunal Militar (STM) por insubordinação e extravio de documentos, aparelho ou objecto contendo informações de carácter militar, manifestou estar bastante optimista no “bom” desfecho do Caso no tribunal de primeira . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta